Membros da CDL POA falam sobre suas expectativas para o Web Summit 2021: veja como foi o primeiro dia do evento

O Web Summit 2021 começou nesta segunda-feira (01) com as boas-vindas do prefeito de Lisboa, Carlos Moedas, do ministro da Economia e da Transição Digital de Portugal, Pedro Siza Vieira, e do CEO e fundador do Web Summit, Paddy Cosgrave. O evento pretende receber, durante os 4 dias de realização, mais de 40 mil pessoas de 165 países, e tem como foco temáticas que abordam tecnologia, o mundo pós-pandemia, as práticas de gestão ESG e as ações de marketing.

Dentre as atividades do primeiro dia, tiveram destaque as palestras de Ayo Tomit, co-fundadora do movimento Black Lives Matter, e de Frances Haugen, ex-funcionária do Facebook, ativista pela regulação das redes sociais.

Presente na conferência, os membros da CDL POA terão um olhar apurado para os assuntos que envolvem as adaptações necessárias frente às tendências globais para que se tornem ações práticas e relevantes às suas comunidades locais.

Para o presidente Irio Piva, está sendo “uma oportunidade rara de absorver tantas informações sobre inovação e tecnologia, além de vislumbrar soluções imediatas e futuras para problemas atuais. Insights sobre gestão, mas também sobre qualidade de vida”.

O vice-presidente de Marketing, José Roberto Resende, afirma a importância de “entender as grandes tendências globais que afetarão a vida de todos e obter insights que possam ajudar pessoas e empresas a se inserirem neste novo mundo que está por vir”.

O vice-presidente de Relações com o Mercado, Ricardo de Oliveira, pretende “acessar e conectar diferentes ideias de impacto global baseados em tecnologia em um ecossistema empreendedor. Conhecer os dinamizadores do futuro”.  Segundo o empresário, “a tecnologia está diretamente ligada aos benefícios que traz para a sociedade. Facilitando a vida, ou trazendo novidades incríveis. O propósito está ligado a como as empresas querem contribuir para um mundo melhor”.

O vice-presidente de Relações Institucionais, Carlos Frederico Schmaedecke, está entusiasmado com a experiência: “espero meter o dedo nesta tomada e arrepiar os neurônios. Estamos aqui para ver em poucos dias o que levaria meses para conhecer. Mais de 1000 palestras. Uma overdose de conhecimento”.

O superintendente Maico Renner pondera que “serão 4 dias de muito aprendizado. Queremos absorver conteúdo para compartilhar com nossos Associados e Entidades Parceiras e, principalmente, participar ativamente desse ecossistema para embarcar inovação e tecnologia nas soluções que entregamos aos nossos Associados. Se queremos construir o futuro através da Inovação, precisamos estar conectados com o restante do mundo e atentos ao que vem pela frente”.

O gestor de Marketing e Inovação, Rafael Guerra, vê o evento como uma oportunidade de aprendizado sobre tecnologia inovação e principalmente comportamento. “Com tantas mudanças globais em andamento, estar conectado e preparado com o que vem por aí, é fundamental. Estamos aqui para dar sequência às iniciativas da CDL POA ligadas a inovação. Para aprender e compartilhar com nossas equipes, associadas e entidades parceiras. É nossa forma de acelerar a transformação dos negócios e dos ambientes que vivemos”, explica.

A presença da CDL POA dá sequência a uma série de iniciativas que promovem o processo de inovação que a Entidade vem realizando, desde 2018, com missões internacionais, incorporação de startups em seu portfólio, Instituo Caldeira, Programa de Inovação e evolução dos serviços de proteção ao crédito para soluções analíticas com informações de consumidores.

Data

01 novembro 2021

Compartilhe