“O varejo pelas mulheres” apresenta a segunda entrevista da série, com a empresária Ana Cláudia Bestetti

“O varejo pelas mulheres” apresenta a segunda entrevista da série, com a empresária Ana Cláudia Bestetti

22

MARÇO, 2021

Notícias

Em comemoração ao mês da mulher, a CDL POA lança em suas plataformas digitais a ação “O varejo pelas mulheres”, com o propósito de valorizar a força do empreendedorismo e da liderança feminina nas diversas áreas que permeiam o varejo. Para isso, mulheres com destaque em suas carreiras profissionais e negócios foram convidadas a participar de uma série de entrevistas disponibilizadas no site da Entidade durante o mês de março.

No segundo episódio desta série, a CDL POA conta com a participação de sua Diretora de Sustentabilidade, Ana Cláudia Bestetti, proprietária do Café do Porto.

Confira esta entrevista exclusiva:

  1. Como você vê a presença feminina no varejo?

Existem muitas mulheres trabalhando no varejo, mas ainda em poucas posições de diretoria, como CEO ou proprietárias de grandes redes. Já no varejo de médio e pequeno porte, acredito que há uma presença maior.

  1. Quando você decidiu que queria seguir a carreira em que está hoje?

A minha decisão foi bastante peculiar. Sou arquiteta de formação e à época eu estava com dois filhos adolescentes, cuja educação e os encargos recaiam tão somente sobre mim. O escritório era bastante inconstante em volume de projetos e obras. Motivada por uma observação de um caso bastante simples de um pequeno varejista, decidi abrir uma segunda frente de trabalho, como alternativa ao escritório. Mas como atividade secundária. Ocorreu que o Café do Porto se tornou a principal atividade, demandando todo o meu tempo e esforço, uma vez que teve bastante sucesso devido ao seu pioneirismo.

  1. Quais barreiras você sente que encontrou pelo caminho?

A principal delas foi pelo fato de a minha formação ser em arquitetura e não ter conhecimento de gestão. Por outro lado, me dei conta que pelo fato de ser mulher, especificamente à frente de uma cafeteria, era um excelente diferencial.

  1. Quais são as suas maiores motivações?

Promover o bem-estar e ver as pessoas felizes é o que sempre me motivou. Trabalhar com gastronomia traz essa satisfação.

  1. Quais são as suas metas ainda a serem alcançadas?

Como houve uma mudança de rumo no meu negócio, ajustando-o ao momento que estamos vivendo, tenho como meta tornar o Clube de Assinatura do Café do Porto e a plataforma digital numa referência no setor, assim como foi com o Café nas suas operações físicas

  1. O que você acredita que a trouxe até aqui – neste seu momento profissional?

Muita dedicação e observação de comportamento e mercado.

  1. Que dicas você daria para as mulheres que desejam ser empreendedoras?

Analisar o mercado, buscar fundamentalmente diferenciação do que existe e não ter medo de realizar seus sonhos, desde que factíveis. Não ter medo de ousar, de inventar.

_______________________________

Confira a série completa:

 

 

Data

22 março 2021

Compartilhe