Dirigentes do comércio defendem maior conscientização das pessoas sobre a Covid-19: “cada um tem que ter a sua responsabilidade”


Dirigentes do comércio defendem conscientização das pessoas sobre a Covid-19: “cada um tem que ter a sua responsabilidade”

17


JUNHO, 2020

Notícias

Esta terça impôs a volta de uma realidade de fechamento das atividades para parte do comércio do Porto Alegre. O novo decreto do município, que entrou em vigor ontem, impôs às lojas com faturamento anual acima de R$ 4,8 milhões que fechassem novamente.

A Live dessa terça-feira, 16, do projeto Porto Alegre além da Covid-19, com mediação de André Machado, abordou a situação atual do comércio de Porto Alegre, tanto das ruas como dos shopping centers, a partir das novas medidas adotadas pela prefeitura e da situação de momento do coronavírus.

Participaram da conversa o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL POA), Irio Piva, e o superintendente do Shopping Total e representante no RS da Associação Brasileira de Shopping Centers, Eduardo Oltramari.

Kruse destaca que os comerciantes estão se perguntando por que eles são os culpados sobre a circulação do vírus. “Por que na loja dele está o vírus?” O dirigente pondera, no entanto, que o comércio é penalizado porque leva às ruas de Porto Alegre. Cerca de 600 mil, segundo estimativas do Sindilojas, transitavam por dia na cidade em função do comércio, antes da pandemia.

Irio Piva, da CDL POA, ressaltou a surpresa do setor diante do anúncio feito na sexta-feira pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior, sobre o fechamento também das empresas de pequeno porte, que acarretaria paralisação das atividades de praticamente todo o comércio. Os avanços, ao longo do final de semana, deram um alívio para o setor. “Temos muitas pessoas com dificuldades extremas”, comenta Piva sobre o setor.

Oltramari ressaltou o trabalho de prevenção e higienização feito nos shopping centers. A associação que representa o setor contratou profissionais, como infectologistas, para auxiliar na tomada de decisões diante do retorno das atividades.

Hoje, os shoppings de Porto Alegre funcionam com ocupação máxima em 50%, álcool em gel ao longo dos corredores, esterilização dos sapatos na entrada, entre outras atividades. No Shopping Total, 21 lojas fecharam hoje em função do novo decreto municipal.

Em comum, Kruse, Piva e Oltramari destacam a necessidade de conscientização da população sobre o momento que se vive. “A população precisa entender que tem que tomar cuidado. Cada um tem que ter a sua responsabilidade. O problema da Covid é sério”, comentou Paulo Kruse. Ele ainda pondera que o “comércio precisa funcionar para atender a todos, não apenas quem quer comprar, mas também os empregos, gerar impostos”.

A consciência das pessoas passa por medidas hoje já básicas de prevenção, como o uso da máscara sempre que sair de casa. O uso vale, também de maneira obrigatória, para todos os atendentes de estabelecimentos comerciais. “Se chegar numa loja e os atendentes estiverem sem máscara, o cliente não deve entrar. É a maior penalidade que pode dar para quem não está cumprindo as recomendações. Esse vírus é muito sério, todos nós somos responsáveis. Precisamos de cuidados. O vírus não vai embora no próximo mês”, defendeu Irio Piva.

Eduardo Oltramari ainda defendeu que o município tenha representantes do setor privado no Comitê de Crise, a fim de ouvir mais vozes no momento da tomada de decisões. Ele também pediu sensibilidade da prefeitura diante a manutenção das maiores lojas fechadas, pois são justamente as que mais empregam.

Fonte: Blog Jornalista André Machado

 

___________________________________________________

A CDL Porto Alegre reafirma seu compromisso em acolher as necessidades dos varejistas, auxiliando-os a transpor os entraves da disseminação do coronavírus. A Entidade tem a convicção de que a unidade do setor fará grande diferença neste momento tão delicado e de apreensão para todos. Com a atenção e a disponibilidade de cada empresário, para fazer a sua parte, o setor sairá ainda mais forte desta crise.

 

Data

17 junho 2020

Compartilhe