CDL POA solicita ao governo estadual repactuação de dívidas fiscais para…

O vice-presidente da CDL POA, Carlos Frederico Schmaedecke, representando a Entidade, participou, nesta quinta-feira, (12/05) de uma reunião com o chefe da Casa Civil, secretário Artur Lemos, a fim de sensibilizá-lo a respeito da situação dos milhares de pequenos empresários que, por causa da pandemia, tiveram que fechar seus estabelecimentos e não puderam honrar compromissos fiscais. Também estavam presentes os deputados estaduais Patricia Alba, Giuseppe Riesgo e Frederico Antunes e, pela Associação Gaúcha do Varejo (AGV), o presidente Sérgio Galbinski, o fundador Vilson Noer e o advogado tributarista Pedro de Bem.

Durante o  encontro, foi solicitado ao Governo do Estado a possibilidade de parcelamento de ICMS para o varejo. “Queremos obter algum auxílio para estes empreendedores que se ressentem da falta de apoio do governo estadual por não terem recebido a concessão de um prazo maior de pagamento para quem fechou durante a pandemia e acabou multado pelo fato de não ter conseguido pagar seus compromissos fiscais em dia por falta de receita. Qualquer ajuda será bem-vinda”, assegura Carlos Frederico. 

O chefe da Casa Civil e o subsecretário da receita estadual adjunto, Eduardo Jaeger, prometeram analisar os dados com a Fazenda e ver a possibilidade de atender a reivindicação.

Essa ação da CDL POA integra o posicionamento de, diante das demandas dos associados, defendê-los – e também o varejo como um todo – perante o poder público.

Data

12 maio 2022

Compartilhe