Super Feirão Zero Dívida movimenta RS com renegociação de dívidas de consumidores em mais de 100 municípios

De 25 de outubro a 8 de novembro, os gaúchos poderão aproveitar a primeira parcela do 13º salário para negociarem seus débitos e iniciarem 2022 com as contas em dia.

O Super Feirão Zero Dívida chega na 4ª edição com recorde de municípios participantes – mais de 100 cidades gaúchas, incluindo a Capital do Estado – com realização totalmente virtual. A mobilização para recuperação de crédito das empresas e quitação de dívidas dos consumidores terá início em 25 de outubro e se estende até o dia 8 de novembro. A ação, promovida pela CDL Porto Alegre e Rede de Entidades Parceiras, tem a adesão de mais de 2,5 mil empresas do comércio, bancos, instituições de ensino e financeiras que estarão reunidas em uma grande mobilização para oportunizar uma melhor condição financeira aos gaúchos e propiciar a todos um ano novo com as contas em dia.

Neste ano, devido às restrições provocadas pela permanência da pandemia de Covid-19, o balcão de negociações seguirá em um espaço virtual, mas sem deixar de lado a personalização do atendimento. Para participar, o consumidor deverá acessar o site do Super Feirão Zero Dívida – www.superfeiraozerodivida.com.br – e iniciar uma conversa com o assistente virtual ‘Renê’, criado para possibilitar um atendimento mais próximo aos consumidores e, por meio de um chat, auxiliar na negociação com as empresas credoras e proporcionar mais agilidade do processo. Em 2021, ‘Renê’ ganhou um perfil no Instagram, intitulado ‘Me Conta, Renê’, com dicas sobre educação financeira.

Na visita ao site da Campanha, o consumidor poderá consultar seu CPF no banco de dados SCPC e ter acesso aos seus débitos junto às lojas participantes do evento, assim como às empresas onde os valores estão pendentes. O atendimento no Super Feirão Zero Dívida também possibilitará condições especiais para negociação de dívidas diretamente com credores e vantagens para quitá-las. 

“Segundo o economista-chefe da CDL POA, Oscar Frank, a Campanha dará aos consumidores “uma oportunidade excepcional para o aproveitamento de melhores condições em termos de prazos e juros, além da possibilidade de obtenção de novas operações de empréstimos”. Mediante análise de dados da base CDL POA – SCPC, o economista afirma que 27,5% dos consumidores gaúchos apresentam algum tipo de restrição ao crédito, cheque ou protesto em cartório. Já em Porto Alegre, o percentual de inadimplência chega próximo a 30% da base. Ainda, o especialista explica que as renegociações propiciadas durante o evento podem gerar aos empresários “melhora do fluxo de caixa, aumento da previsibilidade no recebimento das parcelas e fortalecimento dos vínculos com os clientes”.

O Super Feirão Zero Dívida conta com o apoio da Rede de Entidades Parceiras, composta por entidades do varejo conectadas à CDL POA, distribuídas por municípios de todas as regiões do Rio Grande do Sul. A expansão do evento para além da Capital é motivada pelo aumento significativo da inadimplência e do incremento de dívidas nas cidades de pequeno e médio portes. O objetivo da Campanha é promover a sustentabilidade do crédito local e regional, com atividades que associam a oportunidade de renegociação de dívidas com benefícios diferenciados. 

Para o presidente da CDL POA, Irio Piva, a ação propõe facilitar acordos entre credores e devedores, em ações nas quais todos são beneficiados: “vemos que as pessoas não querem estar inadimplentes, a maioria está nesta situação em decorrência de alguma motivação não habitual, normalmente derivada do cenário econômico. Por isso, o Feirão vem para ajudar a aproximar os credores das pessoas que desejam ajustar a sua vida financeira de forma imediata”. A CDL POA salienta que a data do evento propicia que o consumidor aproveite a primeira parcela do 13º salário para colocar em dia suas dívidas.

Saiba mais: http://superfeiraozerodivida.com.br.

Data

22 outubro 2021

Compartilhe