CONFAZ autoriza governo do RS a conceder benefícios fiscais às empresas de municípios atingidos pelas enchentes - CDL POA

CONFAZ autoriza governo do RS a conceder benefícios fiscais às empresas de municípios atingidos pelas enchentes

Na semana passada, no dia 07 de maio, o CONFAZ – Conselho Nacional de Política Fazendária – do Ministério da Fazendo publicou no Diário Oficial da União o convênio nº 54, que autoriza o Estado do Rio Grande do Sul a conceder benefícios fiscais destinados aos estabelecimentos localizados nos municípios declarados em estado de calamidade pública. Desta forma, nas operações internas e interestaduais, o Estado poderá:

• Isentar o ICMS sobre a venda de mercadorias para o ativo imobilizado bem como partes, peças e acessórios de máquinas, adquiridos em separado;

Não exigir os valores correspondentes a juros e multas relativos ao atraso no pagamento do ICMS, referente a fatos geradores abaixo discriminados, condicionado ao pagamento integral;

I – Vencimento no dia 28 de junho de 2024, para os fatos geradores com vencimento entre 24 de abril a 31 de maio de 2024;

II – Vencimento no dia 31 de julho de 2024, para os fatos geradores com vencimento entre 1º e 30 de junho de 2024; e

III – Vencimento no dia 30 de agosto de 2024, para os fatos geradores com vencimento entre 1º e 31 de julho de 2024.

• Dispensar o estorno do crédito relativo à entrada das mercadorias existentes em estoque que tenham sido extraviadas, perdidas, furtadas, roubadas, deterioradas ou destruídas.

Para fazer uso do benefício, o estabelecimento destinatário deverá declarar que foi atingido pelos eventos climáticos de Chuvas Intensas, COBRADE 1.3.2.1.4, nos termos e na forma prevista na legislação estadual.

Abaixo um quadro explicativo acerca das alterações previstas pelo Estado:

O convênio entra em vigor na data de publicação com efeitos nacionais, com a maioria das disposições válidas até 31 de dezembro de 2024.

Ainda que não exista regulamentação legal, a Receita Estadual informa em seu site a prorrogação dos prazos, nos termos do Convênio.

Fonte: Ministério da Fazenda e setor jurídico da CDL Porto Alegre

 

Data

14 maio 2024

Compartilhe

Ligue e descubra a solução ideal para a sua empresa

51 3017 8000

Capitais e regiões metropolitanas
De segunda a sexta , das 9h às 18h.