Entenda o que é score e como conseguir crédito com uma pontuação alta

O sistema calcula os riscos do consumidor para o mercado; a pontuação vai de zero até 1.000 e representa o comportamento de pagamento

Pagar todas as contas em dia pode gerar muito mais benefícios do que se imagina. Este comportamento, além de garantir que o seu nome não será negativado, ajuda na hora de buscar crédito ou financiamento, benefícios que são mais difíceis de ter acesso quando se está com contas em atraso.

E, para definir o comportamento de cada consumidor e garantir uma análise e concessão de crédito mais qualificada e justa, é que o mercado se utiliza do score, uma pontuação dada para cada consumidor, por empresas gestoras de banco de dados, como a Boa Vista, parceira da CDL Porto Alegre. Para esclarecer melhor o que é o score, a Boa Vista SCPC e a CDL Porto Alegre respondem às perguntas mais comuns dos consumidores:

Qual o significado de score?

Score é um termo inglês que significa ‘pontuação’. Já o termo ‘score de crédito’ se refere à pontuação do consumidor para obter crédito, tanto por meio de empréstimo, quanto de financiamento. Em outras palavras, ajuda consumidores e empresas a realizarem negócios de crédito com menor custo, mais segurança e praticidade.

O score é um cálculo que considera, entre outros fatores, o histórico de pagamentos, desde as contas do dia a dia até financiamentos mais longos. Com essa informação, os credores avaliam se, dentro de sua política de crédito (cada empresa estabelece a sua), o consumidor pode receber prazos e taxas mais adequados ao seu perfil. Sem o score e apenas com as informações das dívidas em atraso, o processo de concessão não é tão seguro e preciso.

Como funciona o score da Boa Vista SCPC e da CDL Porto Alegre?

A pontuação do score da Boa Vista SCPC e da CDL Porto Alegre varia de zero a 1000.  Quanto mais próxima de 1000, indica que o buscador de crédito no mercado tem mais probabilidade de pagar suas contas em dia.

É considerado score ‘abaixo da média’ uma pontuação entre 0 e 549, ou seja, há uma probabilidade baixa de o consumidor conseguir pagar dívidas. Quem tem esses pontos provavelmente está com algum registro de inadimplência, contas atrasadas, protestos e até mesmo ações judiciais.

O score ‘médio’ é considerado entre 550 e 624. Com essa pontuação, há probabilidade de obter financiamento, crédito ou cartão de crédito. Mas é importante ficar claro que são as concedentes de crédito que determinam se aceitam ou não a pontuação média.

Já é considerado ‘bom’ o score entre 625 e 699. Com esta pontuação, o mercado de crédito faz a leitura de que o consumidor é um bom pagador.

Tem score ‘muito bom’ quem pontua entre 700 e 799. O consumidor com um score nessa faixa pode até receber condições de crédito mais competitivas dos bancos, financeiras, instituições de crédito e lojas.

Quem tem score ‘excelente’ (entre 800 e 1000 pontos) é considerado um cliente muito especial, e as possibilidades de crédito são bastante significativas.

Como consultar seu score?

A consulta é simples, rápida e fácil! Se você tiver alguma dúvida, pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Consumidor – CEACON –  https://cdlpoa.com.br/ceacon/

O que pode aumentar o score?

Ter as contas em dia, no próprio nome, manter os dados cadastrais (telefone, endereço, e-mail, etc.) atualizados, não fazer muitos pedidos de crédito em curto período de tempo e negociar dívidas são alguns cuidados que contribuem para o aumento do score. Manter o CPF no Cadastro Positivo, o banco de dados com informações de pagamento, também ajuda a ter um score mais alto, uma vez que registra o histórico de pagamento.

Score pode ajudar a conseguir crédito?

Sim, com certeza! De acordo com a sua pontuação, as empresas podem oferecer as melhores condições de crédito de acordo com o perfil do consumidor. Dessa forma, é possível garantir juros mais baixos e melhores condições de parcelamento.

E mais, com o score, a empresa credora pode verificar, por exemplo, que, apesar de existir uma dívida em atraso, as demais contas estão todas em dia. Nesse caso, o atraso pode representar uma exceção e não a regra e mostrar que será positivo dar a esse consumidor crédito, com mais prazo e até mesmo menos juros.

Data

29 julho 2021

Compartilhe