Dia dos namorados marca retomada econômica do comércio em Porto Alegre

Dia dos namorados marca retomada econômica do comércio em Porto Alegre

15

JUNHO, 2021

Notícias

“Em 45 dias, vendi mais do que em 13 meses da pandemia”, diz sócio de lojas de roupas da Capital.

A volta das aulas presenciais e a chegada do frio tiveram um “baita” impacto positivo nas vendas da rede de lojas Ishtar. O sócio Carlos Klein, diretor de Micro e Pequenas Empresas da CDL POA, relatou à coluna ter vendido, nos últimos 45 dias, mais do que nos últimos 13 meses nas suas principais linhas de produtos, que incluem roupa social, para trabalho, padronização de equipes e eventos.

– Do início da pandemia até o final de abril de 2021, a comercialização desses itens caiu praticamente a zero. Em 45 dias, já vendemos mais do que nos 13 meses imediatamente anteriores. A maior procura agora é por terninho, camisetes, malha tricô gola V e sobretudo – conta Carlos.

Klein lembra que ainda não atingiu a média histórica de vendas, mas vê como uma retomada e está com boas expectativas de recuperação das perdas. O empresário procurou a coluna após ler ontem aqui que, pelo balanço do Sindicato das Indústrias do Vestuário do Rio Grande do Sul (Sivergs), a venda da cadeia têxtil subiu 4,9% no primeiro trimestre na comparação com o mesmo período do ano passado. Além disso, países com a vacinação acelerada também já trazem indicadores de alta na procura por roupas para eventos e mercado de trabalho.

Lembrando que a Ishtar segurou o negócio começando a produzir máscaras de tecido logo no início da pandemia. O item chegou a responder por um terço do faturamento e garantiu o emprego de costureiras que prestam serviço à rede de lojas.

– A venda de máscaras segue fundamental para preencher o espaço na produção, enquanto vamos comercializando o estoque.

E, claro, Klein não passou ileso da falta de matéria-prima que atinge diversos setores da economia:

– Já estamos com dificuldade de reposição por falta de matéria-prima. Artigos com algodão estão com a previsão de 60 dias para entrega. E com preços subindo a cada compra.

*Situação semelhante de melhora nas vendas para o Dia dos Namorados também foi relatada por outros membros da Diretoria da CDL POA, com ênfase para o setor de vestuário.

Dados: Portal GaúchaZH – Coluna Giane Guerra

Data

15 junho 2021

Compartilhe