CDL POA inaugura espaço no Instituto Caldeira para iniciativas de inovação

Em entrega simbólica, nesta quarta-feira (05), a CDL POA recebe as chaves da sala que passa a ocupar no Instituto Caldeira. Com a presença do Diretor Executivo do Instituto Caldeira, Pedro Valério, e de uma comitiva da Entidade, liderada pelo presidente Irio Piva, o grupo formalizou uma nova fase do projeto que promete ser um importante símbolo da cena empreendedora e de inovação no Rio Grande do Sul. Para a CDL POA, a presença no espaço possibilitará dar sequência a projetos inovadores desenvolvidos para o varejo, tendo o Instituto Caldeira e sua comunidade como fonte de inspiração e aprendizado.

A CDL POA foi uma das primeiras organizações que aderiram à iniciativa como sócia-fundadora ainda em 2019, e vem desenvolvendo ações ligadas à inovação para impulsionar o varejo gaúcho, como o Hackathon do Varejo, o Programa de Inovação – com atração de mais de 200 startups de todo o país –, e a oferta de novas soluções analíticas, em parceria com a Boa Vista Serviços. O espaço no Instituto Caldeira abre novas perspectivas para o crescimento da Entidade, com foco em inovação e tecnologia, e traz oportunidades para qualificar ainda mais os serviços oferecidos às associadas e entidades parceiras, desenvolver novos produtos, conectar startups ao ecossistema varejista e avançar seu processo interno de inovação.

Entusiasta do projeto, Alcides Debus, que esteve à frente da CDL POA entre os anos de 2016 e 2019, salientou que a equipe acreditou desde o início na relevância desta iniciativa. “É um orgulho muito grande ver o Instituto Caldeira pronto e preparado para transformar a economia e fomentar a inovação em nosso Estado”. O superintendente da Entidade, Maico Renner, ponderou a preparação que a Entidade vem fazendo para este momento: “já temos relação com diversas empresas que estão aqui no Caldeira. Essa aproximação, tendo a inovação como pano de fundo, corrobora com a estratégia de crescimento e relevância da Entidade. Será um aprendizado enorme para nossa equipe, associadas e parceiras estarmos presentes ativamente na comunidade do Caldeira”.

O presidente da CDL POA, Irio Piva reforçou que a Entidade segue avançando para tornar-se cada vez mais relevante no mercado e para sua Rede de Parceiras, por meio de 130 entidades representativas do setor e dos mais de 30 mil estabelecimentos comerciais de seus associados. “Estaremos presentes diariamente e participando da programação do Caldeira. Esse aprendizado será transformado em soluções e compartilhado com nossas associadas e entidades parceiras.”

Ainda, o dirigente explicou que, diante de um cenário tão desafiador para o varejo, a presença da Entidade dentro do Instituto Caldeira é a materialização de uma pauta extremamente positiva para o setor: “A partir desta iniciativa, vislumbramos tempos melhores e um futuro promissor para o setor como um todo. Estar integrado a este hub de inovação nos impulsiona ainda mais para cumprirmos nosso propósito de ser e oferecer soluções inovadoras aos nossos associados e aos nossos parceiros de negócios, além de representar o aprendizado constante e a oportunidade de troca de experiências e conhecimentos com um grande número de pessoas e empresas”.

A comitiva da CDL POA foi composta pelo atual presidente Irio Piva, a primeira vice-presidente Nilva Bellenzier, o presidente da última gestão, Alcides Debus, o superintendente Maico Renner e o gestor de Inovação e Marketing, Rafael Guerra.

Sobre o Instituto Caldeira

O Instituto Caldeira é um dos maiores hubs de inovação do Sul do País, já com dezenas de inciativas e parceiros conectados, e está localizado no 4º Distrito de Porto Alegre, pretendendo ser um importante símbolo da cena empreendedora e inovadora gaúcha. Junto à CDL POA, participam da fundação empresas como Gerdau, Lojas Renner, Grupo Zaffari, Grendene, Agibank, Sicredi, Grupo Meta, Banrisul, Banco Topazio, entre outras. No total, a área terá cerca de 12 mil metros quadrados, na primeira fase, e poderá chegar a 50 mil metros quadrados, nas próximas. A meta é reunir, quando o projeto estiver no auge, até 3 mil pessoas trabalhando por ações de inovação, em empresas de todos os portes.

 

Data

06 maio 2021

Compartilhe