Três ideias para criar 12 milhões de novos empregos

03

DEZEMBRO, 2018

Notícias

Presidente da Calçados Beira Rio, Roberto Argenta aproveitou o Cenários 2019 para apresentar os possíveis caminhos para a diminuição do desemprego no País

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil fechou o mês de outubro com 12,4 milhões de desempregados – número que ainda é reflexo da crise econômica. É do presidente eleito, Jair Bolsonaro, a missão de reduzir a taxa de desemprego. Para esta tarefa, no entanto, ele poderá contar com o auxílio de empresários como Roberto Argenta, presidente da Calçados Beira Rio e quarto a subir ao palco do Cenários 2019. Durante sua palestra no Teatro do CIEE, Argenta apresentou três ideias para gerar 12 milhões de novos empregos. “O momento é muito favorável”, disse, antes de iniciar a exposição da proposta.

PRINCIPAIS PONTOS DA PALESTRA

▪ Primeira ideia para criar 12 milhões de novos empregos: manter a taxa de câmbio aos níveis atuais incentivando o turismo interno, atraindo estrangeiros e incrementando exportações do agronegócio, de produtos e serviços;

▪ Segunda ideia: criar um Mercado Comum Latino-Americano reunindo América do Sul, América Central e México.

▪ Terceira ideia: criar um fundo soberano, destinando até 30% das reservas cambiais para investimentos.