RECRIE O VAREJO: Medidas sanitárias rigorosas podem atrair mais clientes

08

MAIO, 2020

Notícias

Como a Blow – Escova Inteligente se adequou às medidas de saúde, higiene e limpeza recomendadas durante a pandemia para manter o funcionamento do salão e garantir a segurança dos clientes.

Veja o passo a passo deste processo:

 

CONHEÇA A EMPRESA

>> Blow – Escova inteligente

Características do negócio
– Setor de beleza
– Produtos de marca própria e serviços
– Loja de rua
– Pequeno Porte

Problema
Como se adequar às determinações de saúde e higiene para manter o atendimento?

 

PLANO DE AÇÃO

Passo 1: Pesquisa das recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e as determinações da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Atenção aos pedidos dos clientes.

Passo 2: Separar os profissionais em dois grupos, para atuarem em turnos alternados, evitando o contato entre eles e garantindo o funcionamento dos serviços em qualquer circunstância.

Passo 3: Com o sinal de um alarme no telefone lembrar os profissionais de trocarem suas máscaras a cada duas horas.

Passo 4: Colocar uma bandeja com água sanitária diluída e um tapete descartável fixado no chão, na porta de entrada, para a limpeza de calçados. Distribuir aos clientes máscaras descartáveis – a Blow produz suas próprias máscaras para reduzir custos. Limpar todos os equipamentos de contato do cliente com álcool 70% e um pano descartável, a cada utilização.

Passo 5: Disponibilizar, além da loja física, o atendimento em casa, com descolamento dos profissionais por aplicativos de transporte, garantindo segurança sanitária ao cliente. Venda de produtos da marca por e-commerce. Passar a comissão desses serviços para o profissional que fez o trabalho.

Passo 6: Criação da Gorjeta Solidária, medida inovadora resultado da preocupação da empresa com a equipe e que acabou promovendo um maior engajamento dos profissionais e ganhando a simpatia dos clientes.

 

RESULTADOS

Retorno lento, gradativo e constante dos clientes ao salão a partir da sensação de segurança – em abril, 20% do faturamento normal, e maio, 35%. Recomendação do salão entre clientes e seus amigos, postagens espontâneas nas redes sociais. Aumentando da qualidade do serviço prestado pelos profissionais. Para o proprietário, o nível de exigência do cliente está diferente: “com as medidas sanitárias criteriosas, temos reconquistado nossos clientes, que demonstram satisfação com o serviço adaptado”. E pondera: “atitudes erradas podem levar a um novo fechamento e colocar tudo a perder”.

 

Rômulo Figurelli
Sócio-proprietário das empresas Blow e Espaço Dellas, em Porto Alegre. Vice-presidente de Micro e Pequenas Empresas da CDL POA.

 

 

___________________________________________________

A CDL Porto Alegre reafirma seu compromisso em acolher as necessidades dos varejistas, auxiliando-os a transpor os entraves da disseminação do coronavírus. A Entidade tem a convicção de que a unidade do setor fará grande diferença neste momento tão delicado e de apreensão para todos. Com a atenção e a disponibilidade de cada empresário, para fazer a sua parte, o setor sairá ainda mais forte desta crise.