fbpx

Pesquisa da CDL Porto Alegre revela que consumidores não se planejam para comprar na Black Friday

13

NOVEMBRO, 2019

Notícias

Levantamento realizado durante o ano de 2019 ouviu mais de 1,6 mil pessoas na Capital

Um estudo da Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL POA), realizado durante as pesquisas de intenções de compras de presentes para o Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais e Dia das Crianças, mostrou que a marca Black Friday está consolidada na Capital, cerca de 97% dos entrevistados sabem o que trata a data, no entanto, 66% não planeja uma compra especial para o período de descontos. A pesquisa ouviu 1.632 pessoas em Porto Alegre, entre os meses de março e setembro deste ano.

De acordo com o presidente da CDL POA, Alcides Debus, a Black Friday é vista como uma “data de ocasião” no Brasil, pois o público está disposto a aproveitar descontos a qualquer momento, mesmo que ele não esteja dentro do planejamento financeiro. Para o varejo, a data também é um momento para que os pequenos comerciantes aproveitem, afim de negociar produtos específicos e não comprometam a margem de lucro e o fluxo do varejo.

“Por ser uma data consolidada mundialmente, não é necessário fazer investimentos pesados em marketing, pois os consumidores já estão atentos às promoções. Se o comerciante negociar produtos com o fornecedor e conseguir ofertar ao público, ele será capaz de participar de forma criativa e sem grandes perdas”, explica Debus.

Segundo dados colhidos em Porto Alegre, o produto mais procurado durante a promoção é o smartphone (16%), seguido de eletrodomésticos (12%), roupas (7%), televisão (7%) e notebooks/computadores (5%). Embora a busca por artigos eletrônicos seja predominante, itens do dia a dia como artigos de higiene e de beleza, utensílios de cozinha, comida e bebida também estão na lista de desejo dos consumidores.

Pesquisa realizada pelo Google neste ano, também mostrou pela primeira vez um equilíbrio na intenção de compras online e em lojas físicas, no Brasil, durante a Black Friday, que ocorrerá no dia 29 de novembro. A intenção de compra somente na internet, na data, caiu de 52% em 2018, para 38% em 2019. Já as compras em lojas físicas caíram menos, de 41% em 2018, para 37% em 2019. E o destaque ficou com as compras realizadas em ambos os canais, que subiram de 7% em 2018, para 25% em 2019 – mostrando o aumento da relevância da loja física na jornada de compra do consumidor brasileira na Black Friday.

Destaques da pesquisa

Tem algum produto que você gostaria muito de comprar para você ou para a sua família, mas está esperando uma ocasião/data comemorativa/promoção especial?
Não – 66%
Sim – 34%

Você lembra se olhou/comprou algum produto nessas promoções na última Black Friday?
Não olhei e nem comprei nada – 53%
Sim, olhei, mas não comprei – 25%
Sim, comprei – 22%

Quais tipos de produtos você olhou/comprou na Black Friday?
Celular – 16%
Eletrodomésticos – 12%
Roupas – 7%
Televisão – 7%
Notebook/computador – 5%
Calçados – 3%
Passagens aéreas – 2%
Móveis/decoração – 2%
Livros – 1%
Games – 1%
Tablet – 1%
Artigos esportivos – 1%