Ainda proibido em Porto Alegre, drive thru em shoppings será tema de pesquisa entre lojistas

04

MAIO, 2020

Notícias

Centros de compras da Região Metropolitana instalaram as estruturas para estimular vendas de Dia das Mães.

 

Será feita uma pesquisa com lojistas de Porto Alegre sobre a instalação de drive thru em shoppings. A ideia é saber se iriam aderir ao sistema de vendas. O resultado será apresentado para Nelson Marchezan Júnior para que analise a possibilidade de autorizar o sistema de retirada de mercadorias pelos clientes.

Atualmente, o drive thru está proibido nos shoppings de Porto Alegre, dentro das medidas de restrição durante a pandemia. No entanto, shoppings da Região Metropolitana já estão com o sistema. Lojistas e shoppings da Capital acreditam que boa parte das vendas de Dia das Mães se direcione para as cidades vizinhas. Há uma reunião do prefeito nesta segunda (4) com representantes dos centros de compras. A pesquisa é capitaneada pelo VP Administrativo e Financeiro da CDL POA, Octávio Sheibe, e conta com o apoio da Entidade Varejista de Porto Alegre e do Sindilojas da Capital.

No drive thru, o consumidor compra por canais digitais e retirar em uma espécie de balcão sem a necessidade de sair do carro. O WhatsApp tem sido cada vez mais usado pelo comércio para manter os negócios durante a suspensão das atividades. O Shopping Total, em Porto Alegre, tem divulgado uma lista com os números dos lojistas. Dona das bandeiras Casas Bahia e Ponto Frio, a Via Varejo, divulgou seu balanço trimestral apontando que 20% das vendas foram pelo WhatsApp. E sobre drive thru, na sexta (1), a coluna noticiou a instalação do sistema no I Fashion Outlet Novo Hamburgo.  

Falando nisso, a partir desta terça-feira (5), passa a valer a liberação para a abertura de microempreendedores individuais e microempresas, ou seja, faturamento anual máximo de R$ 360 mil, em Porto Alegre.

 

Fonte: Site GZH – Coluna Giane Guerra

 

___________________________________________________

A CDL Porto Alegre reafirma seu compromisso em acolher as necessidades dos varejistas, auxiliando-os a transpor os entraves da disseminação do coronavírus. A Entidade tem a convicção de que a unidade do setor fará grande diferença neste momento tão delicado e de apreensão para todos. Com a atenção e a disponibilidade de cada empresário, para fazer a sua parte, o setor sairá ainda mais forte desta crise.